Seguidores

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

Super Nova.
















Nunca fui de olhar para o céu
e admirar as estrelas.
Da sua beleza não duvido,
mas nunca vi sentido.

Prefiro admirar aquelas,
que vivem dentro das pessoas;
que brilham por meio dos olhos
e que pulsam no coração.

Cada pessoa é um infinito,
preso numa noz.
Podem permanecer paradas,
com um brilho fraco por anos,
mas em algum momento,
explodirão,
numa super nova,
ofuscando tudo ao redor.

Poema que fiz ontem durante uma caminhada.
Beijos da
Aleska Lemos.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

O que tenho feito nos últimos dias

Eu sei que prometi escrever mais vezes no blog, que fiz uma meta literária para março mas as coisas viraram de cabeça para baixo.

Até comecei a ler "Destinado- as memórias secretas do senhor Clarcke" da Carina Rissi, mas acabei largando porque aquele amor todo do casal estava muito meloso [risos] mas também porque estou na reta final da licenciatura (sim, sim, em março me formo como professora de história) e a professora lascou todo mundo passando um catatau de trabalhos (até agora só fiz uma resenha e uma prova porque estou aprontando o seminário).

Meus pés no teleférico.
Além disso minha avó faleceu final do ano passado. Tenho tentado rascunhar alguma homenagem para ela e postar aqui, mas sempre que termino e vou publicar eu travo e guardo no HD. O caso é que o falecimento dela veio numa época que fiquei cheia de questionamentos angustiantes e por mais que no meio disso tenha rolado uma viagenzinha para Campos do Jordão (onde jogamos suas cinzas),  a diversão não apagou os problemas só me deu uma folguinha.

No Carnaval, eu também não fiz muita coisa, aliás não fiz muitas coisas interessantes. Fiz a resenha que eu tinha falado ali em cima, tive insônia, fui ao mercado fazer compras de mês (e por uma grande sorte estava vazio), tomei conta do meu sobrinho lindo e implicante que não me deixava colocar o sombrero do meu irmão, fui num bloco com amigos e um babaca queria me empurrar para um cidadão bêbado e depois fui no carnaval da Intendente Magalhães ver o desfile das escolas de samba da terceira divisão.

O tal sobrinho e o sombrero
O bloco foi legal, apesar do contra tempo.  As pessoas dançavam o Maracatu, que eu nunca tinha visto mas que minha mãe dançava na época da faculdade (e que por isso eu já tinha ouvido falar muito). O ritmo era muito bacana e as roupas do pessoal eram lindas O desfile também foi legal, pena que tive que sair mais cedo, mas não sem tirar 3 fotos para vocês:



Bem, se eu conseguir ler um dos livros que citei com certeza virei aqui escrever sobre ele. Gostaria também de escrever um relato maior sobre Campos do Jordão e contar algumas ideias que venho tendo para o blog, mas vou deixar quieto porque não estou boa com promessas [risos]. Assim que minha vida descomplicar um pouco dou notícias ok? Por enquanto vou dar um spoiler da minha ideia:

E nem mais uma linha sobre o assunto! kkkkk  Comprei o Charlie num Mc Donalds na estrada a caminho de Campos do Jordão e vim tendo a ideia. Espero que quando ficar pronto vocês gostem. Até logo pessoal!